domingo, 23 de janeiro de 2011

Gian, o sacrificado

Saudações azurras.
Sei que esse foi o primeiro jogo, mas persistem velhos problemas do ano passado.
O principal problema é o lado esquerdo onde continua sendo muito frágil com Gian e Pará.
Hoje todas as jogadas do Criciúma eram desse lado, só que ninguém percebeu que havia um buraco gigantesco nesse espaço.
Alguém precisa ter percepção para solucionar esse problema. O que eu faria?
Botaria um terceiro zaguerio real nesse lado para eliminar esse defeito e colocar Marquinhos bloqueando a saída de bola nesse canto.
O que não pode é nesse ano Gian ser sacrificado por tomar bolas nas suas costas como foi com outro Emerson ano passado.

Um comentário:

  1. Interessante como o Avaí só contrata jogadores cansados e fora de forma. Vê-se nas outras equipes jogadores que vieram de "jégue" da Bahia até São Paulo e de lá pegaram carona com caminhoneiro até Santa Catarina, e quando chegam aquí vestem a camisa dos outros times e jogam.
    No Avaí primeiro eles perguntam se o aeroporto é internacional, depois precisam de seguranças, e quando entram em campo não jogam nada. Estão sempre cansados e fora de forma.
    Todo ano é a mesma coisa, quando acertarem o time o campeonato já estará acabando.

    ResponderExcluir